thumbnail

Um dia desses recebi um “não temos tempo para ler sua ideia”, minha ideia era um artigo de 6 páginas que poderia render muito dinheiro para a empresa (ou não). Porém esse dinheiro só aconteceria se a empresa estivesse aberta a novas ideias, se estivesse aberta a dizer “sim” as oportunidades.

Pra exemplificar essa situação, vou apresentar aqui a história de um dos meus filmes favoritos, intitulado “sim, senhor”. Se você não assistiu ainda, para de ler este post, vá assistir e volte aqui mais tarde.

No filme, Jim Carrey representa um cara de mal com a vida, rabugento, sua namorada terminou o relacionamento porque ele era um cara muito acomodado, uma pessoa sem perspectivas animadoras.

Ele parece com alguém que você conhece? Tenho certeza que sim!

Provavelmente até com você. Mesmo que você não queira admitir, todos passamos por fases de decepções que nos levam a esse caminho de negatividade.

E assim como o personagem do filme ficamos tão fechados que limitamos nossas próprias oportunidades. Quando ele aceita o desafio de apenas dizer “sim”, para tudo que perguntarem, oportunidades começam a aparecer, das maneiras mais inusitadas.

Quando mesmo de contra gosto ele diz sim, para um homem que faz ele dirigir até um parque tarde da noite e o deixa sem gasolina, e ainda utiliza o seu celular até acabar a bateria. Por pior que parecesse a situação, foi os “sim” que ele disse ao homem que fez ele conhecer uma garota incrível. E assim a história acontece, cada “sim” por pior que pareça, proporciona uma oportunidade nova que o leva a coisas boas.

E é isso que quero te mostrar com esse post, cada “não” que você diz é uma oportunidade que você perde. E 99% dos “nãos” que dizemos são tão automáticos:

“Não consigo”

“Não posso”

“Não tenho tempo”

“Não me interessa”

Você nem ao menos pensa sobre as chances que dizer sim pode proporcionar, você simplesmente diz “não”, para continuar na sua zona de conforto.

No final do filme, ele aprende a distinguir os momentos de dizer sim, e os momentos que realmente é necessário dizer não, porque existem momentos assim. Mas esse é um tópico para outro post.

No momento foque em estar aberto para a vida. Se te convidarem para sair diga sim, você poderá conhecer a sua futura esposa(o), seu futuro sócio em um grande negócio, um melhor amigo, uma oportunidade de emprego.

Principalmente, se você não estiver bem com você e com sua vida atualmente. Adote essa filosofia. Diga sim. Por mais louco que te pareça. Abrace o mundo, se arrisque. É melhor ir em frente errar e aprender, do que ficar parado esperando que as oportunidades caiam do seu. Aprenda, as oportunidades não caem do céu, elas estão escondidas em cada cantinho do mundo, em um livro, em um convite, em uma mensagem, telefonema, ideia, vídeo… São infinitas possibilidades. O mundo é grande demais para se limitar pelo medo, pelo não que poderia ser a sua vida dos sonhos se você tivesse dito SIM.

Ana Liberato, 25 anos, cantora, compositora e cientista da computação, futura médica, apaixonada por livros e culinária. E explorando as estradas do empreendedorismo. Minhas metas são: ter uma vida saudável e com mais estilo. Este é um lugar onde quero compartilhar minhas experiências, ideias e aprendizados com vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top